Projeto Ruído - Melhores do ano 2014



" Ruído/mm: Rasura

Os silêncios e as explosões de distorção, característicos do post-rock, estão lá, mas é tudo montado com uma sensibilidade que há muito tempo eu não via num disco nacional. É gritante o cuidado com que cada narrativa é construída durante os 50 minutos do disco.
Basta ouvir a faixa de abertura, “Bandon”, e seu ambiente mezzo sci-fi, mezzo western, uma colisão de imaginários orquestrada com precisão cirúrgica. O caos reina também em “Cromaqui”, um épico de apenas 2 minutos e 22 segundos.
Vale citar também o solo de “Penhascos, Desfiladeiros e Outros Sonhos de Fuga”, canção que encerra o disco. Talvez, o momento mais emocionante de 2014. Rasura é puro drama e poesia, sem apelar para fórmulas fáceis e previsíveis do post-rock. É o tipo de disco que eu sempre vou me lembrar quando me vierem com aqueles clichês de que a música está se esvaziando. No meio de todo esse imediatismo barato, a gente sempre vai encontrar umas pérolas feito essa.

Por  Jonathan Tadeu"

Aqui!

Miojo Indie - Os melhores discos de 2014- Lista dos Leitores (por Cleber Facchi)


"#06. ruído/mm
Grandes discos sempre vêm acompanhados de boas histórias. Um caso de amor não resolvido, a iminente separação entre os integrantes de uma banda, viagens e distúrbios lisérgicos ou apenas frágeis acontecimentos mundanos. Cenas vistas da janela de um apartamento ou mergulhadas no fundo de um copo de cerveja. Em Rasura, quarto disco de estúdio da curitibana ruído/mm, de um jeito ou de outro, todas essas histórias parecem se encontrar. Naturalmente esquivo de palavras, o grupo explora o mesmo artifício dos antecessores A Praia (2008) e Introdução à Cortina do Sótão (2011), dialogando com o ouvinte por meio dos arranjos e melodias sempre versáteis. Ainda que subjetivo em razão da lírica “imaginária” de cada composição, como a capa do álbum indica, Rasura é uma obra projetada em um ambiente épico, quase cênico. Uma donzela em apuros, naves espaciais, guerreiros, planetas e paisagens pós-apocalípticas. Um cenário delineado, porém, aberto à interpretação e complemento do próprio ouvinte. Uma vez transportado para dentro esse universo de histórias e cenas marcadas, não é difícil perceber o alinhamento preciso dos instrumentos em cada canção. Trata-se do registro mais direto e menos contemplativo já apresentado pelo grupo paranaense. Ainda que a inaugural Bandon cresça em um borbulhar de distorções tímidas, todo o restante da obra segue em uma corredeira intensa. Guitarras loucas em Cromaqui, ruídos ascendentes na “pacata” Transibéria e a completa ausência de controle na fragmentada Filete. Se existem histórias ao fundo de cada faixa, a tensão é constante. "





Scream & Yell - Melhores discos nacionais 2014



"5º lugar - 22 votos

“Rasura, ruído/mm (Independente)
Site Oficial - http://ruidopormilimetro.com/

Votaram: Alexandre Matias, Clarissa Wolf, Cristiano Castilho, Elson Barbosa, Fernando Lopes, Giancarlo Rufatto, Guga Azevedo, Hugo Morais, Igor Lage, João Vitor Medeiros, Junior Passini, Leonardo Vinhas, Marcelo Shida, Marcelo Urania, Marco Antonio Barbosa, Marcos Sergio Silva, Mauricio Angelo, Natalia Albertoni, Raul Ramone, Regis Tadeu, Renato Silva e Victor de Almeida"

Aqui!

Prêmio Defenestrando 2014 - Música do Ano



"O ano foi mesmo do ruído/mm. Além de Lançamento e Show, eles levaram também a Música do Ano.

Cromaqui – ruído/mm

São apenas dois minutos e 22 segundos de música; e esta é provavelmente a menos complexa de todas as composições já gravadas pelo ruído/mm. Mesmo assim, este é o ponto alto de Rasura, o incontestável disco lançado em 2014 pela banda instrumental curitibana. Cromaqui é uma pancada crua e direta, uma progressão de acordes aparentemente calmos que se esgueiram para dentro de seu ouvido; uma vez lá dentro, eles explodem, tal qual granada ou cavalo de troia, fazendo com que você perca os sentidos por alguns instantes."

Veja tudo aqui!

Na Mira do Groove - 30 Melhores Músicas Nacionais de 2014 (por Tiago Ferreira)



"“Cromaqui”
ruído/mm
Álbum: Rasura
Gênero: Rock instrumental/Post-rock
Gravadora: Sinewave

Curta, direta e pop como o ruído/mm não costuma ser em seu post-rock eletrificado. “Cromaqui” é a porta de entradas inevitável de Rasura, disco em que a banda de Curitiba vem justificar o porque de ser uma das protagonistas da cena instrumental brasileira há 11 anos. As guitarras de André Ramiro e os efeitos eletrônicos de Felipe Ayres são diretos e implacáveis. “Cromaqui” é o take mais roqueiro e pegajoso de um disco que vai muito mais além que qualquer denominação que se prenda ao post-rock ou instrumental. Os curitibanos se superaram tecnicamente, apontando distintos rumos que possivelmente serão explorados daqui pra frente. Ora pois, cansar o ouvinte é algo que está a milhas de distância do ruído/mm."

Lista toda aqui!

Prêmio Defenestrando 2014 - Lançamento



"1) Rasura, ruído/mm

O título remetendo a rabiscos e uma ultra psicodélica capa feita de colagens talvez deem a impressão de crueza sonora, mas Rasura é o mais racional e refinado álbum da já extensa carreira do ruído/mm. Impressionante a capacidade dessa banda instrumental em criar imagens e transmitir ideias com notas musicais: em outras épocas, foram explosões sonoras, ventos gelados e fábulas contadas no sótão; agora, Rasura é céu estrelado em noite pesada, meditação em campo aberto, contemplação, assombro pela grandeza da existência. Descontrole. Mergulhe em faixas como Cromaqui, Requiem For a Western Manga e Penhascos, Desfiladeiros e Outros Sonhos de Fuga, e desague em algum canto da galáxia de Andrômeda. Voltar de lá é por sua conta."

Aqui!

Prêmio Defenestrando 2014 - Melhor show



"Na categoria Show, não houve muita conversa: a banda vencedora conseguiu mais que o dobro de pontos do que a segunda colocada (repetindo o mesmo ótimo resultado conquistado por ela na categoria Lançamento).

1) ruído/mm

Aí estão eles, na primeira posição… de novo. Depois de um terceiro lugar em 2010, de um vice em 2012 e do título em 2011, o ruído/mm agora leva o bicampeonato e se consagra como a melhor banda da cidade em cima de um palco nos últimos anos. Muito fácil saber o motivo: apresentações milimetricamente calculadas, toneladas de efeitos nos seus devidos lugares e um entrosamento impressionante (que nem o fato de um dos integrantes morar no Rio de Janeiro é capaz de estragar). O ruído/mm é banda de nível alto: poderia deixar vidrada qualquer plateia de aficionados por barulho na Europa ou nos Estados Unidos, e nós temos o privilégio de poder assistir aos shows desses caras em Curitiba com saudável frequência."

Leia tudo aqui.

Reverberre - Os 20 melhores discos de 2014 (por Sandro Cavallote)



"ruído/mm – Rasura

A parte mais legal do novo disco da banda curitibana ruído/mm é que desde os primeiros acordes há um sentido de imersão do ouvinte, uma necessidade quase caótica de que ele seja personagem do contexto musical através dos arranjos e melodias. Você pode facilmente imaginar uma história para cada faixa, inserindo elementos e traduzindo o som para o lado direito do cérebro."

Lista completa aqui.

Bem Paraná - Blog Vox - Os cinco melhores lançamentos curitibanos de 2014 (por Filipe Albuquerque)



"ruído/mm – Rasura

Eu sempre tive dificuldade com música instrumental. Sobretudo as muito longas. Faço parte da turma da guitarra retorcida, baixo estalando na cara do ouvinte, bateria pesada, das músicas curtas e certeiras, das que não saem da cabeça por dias. Acrescidas das experimentações certas (pra cada música, não algo pré-estabelecido), são difíceis de não conquistar na primeira dose. É por isso que nem tudo o que é classificado post-rock atualmente me convence. “Rasura” revela o ruído/mm na melhor forma: pegam de surpresa ao acrescentar peso onde normalmente se espera o silêncio; assopram quando a expectativa é a agressão. E mantendo a tradição, são fãs de experimentações. A espetacular “Transibéria” é de botar no repeat e ouvir três, quatro vezes seguidas, com os olhos fixos na capa (uma das melhores já vistas em anos) no volume máximo."

Veja tudo aqui.

Alt Newspaper - Os melhores discos de 2014 (por Diego Albuquerque)



"Outro belo registro de 2014 veio do Paraná, com uma das melhores bandas de instrumental do país. A ruído/mm não é de decepcionar e isso acaba aumentando o nível de exigência dos discos da banda. Porém, eles parecem não se importar muito com isso. Rasura é o quarto disco do quinteto e apresenta oito composições que são juntas uma aula de música instrumental que chamam de um tal de post-rock. As melodias te fazem passear em um mundo que eu não sei se é concreto, abstrato ou que está dos dois lados ao mesmo tempo e agora. As peças de pianos estão presentes, o clima meio frio também, mesmo que intercalando com o rock e riffs altos de guitarras."

Veja aqui.

Floga-se - Os melhores do ano - 2014: discos (votação dos leitores)



Rasura em primeiro lugar na votação de melhores discos de 2014 segundo os leitores do Floga-se! :D

"(...) foram 2400 votos. Cada pessoa podia votar em no máximo vinte discos e duzentos e oitenta trabalhos receberam pelo menos um voto.

Um destaque especial pra participação de discos feitos por brasileiros. Dos quatro primeiros, três são nacionais. Nessa lista de cinquenta, são onze. Outros quatorze ficaram por cinco votos pra entrar na lista final.

(...)

1. “Rasura” – ruído/mm
Votos: 59
Lançamento: setembro"

Veja tudo aqui.